By Marcos Oliveira,

Uma das maiores revoluções da internet foi o HTML e o Markdown existe pra simplificar ainda mais o HTML, ou seja, ele converte seu texto em um HTML válido. Ficar escrevendo tags no início e fim, mesmo com IDEs ou para quem possui destreza, ainda assim é um grande esforço, e é para isso que existe o Markdown.

Como escrever em Markdown

O site oficial para informações sobre Markdown é https://daringfireball.net/projects/markdown/ , onde você poderá obter todas as dicas de utilização.

No entanto, você ainda pode simplificar o entendimento e utilizar tutoriais alternativos, ou até mesmo pesquisar no seu buscador preferido cheat sheet de Markdown, eu mesmo já fiz isso e encontrei essa imagem aqui que possui um resumo bem bacana.

Cheat Sheet Markdown

Vamos escrever um exemplo básico

Quando você cria um arquivo Markdown, para que o arquivo seja lido por um ‘interpretador de Markdown’ é necessário você definir a extensão do arquivo as duas mais utilizadas (apesar de haver outras) é .md ou .markdown , para esse exemplo vamos criar um arquivo .md

vim exemplo.md

# Essa é a tag h1
## Essa é a tag h2

Aqui é só um parágrafo com a tag p

> Isso é um blockquote

Nesse texto tem **negrito** *italico* e ~~aqui tem uma linha atravessada~~

+ Lista não ordenada
+ Aqui também poderia ser * com espaço
+ Ou até mesmo - 

| Tabela | Thead |
|---|---|
| 1 | Checkbox não selecionado |
| 2 | Checkbox selecionado |
| 3 | Aprenda markdown |

Aqui em baixo um código Shell Script

```sh
#!/bin/bash
echo 'Exemplo de code pre em Markdown'
```


***

[Aqui tem um link](http://terminalroot.com.br)

![Aqui uma imagem do Cheat Sheet do Markdown!](md.png "aqui tem um title")

# Valeu!

Pra você visualizar seu arquivo Markdown, existem várias maneiras. A mais utilizada é em endereços da Web que já possuem ‘persers’ no Servidores, exemplo: se você possuem uma conta no GitHub, Gitlab, Bitbucket e entre outros, ao você copiar o arquivo pra lá você já consegue visualizar: README.md, About.md, … mas muitas vezes você não deseja copiar pra lá pra visualizar seu arquivo Markdown, logo, existem alguns outras soluções, são elas:

Renderizar localmente no seu Navegador Web

Se você tentar abrir o arquivo md no browser do seu navegador, ele automaticamente irá tentar baixar o arquivo ou abrir numa aplicação instalada no seu PC, logo você precisará de um complemento para conseguir abrir o arquivo.

Pesquise os complementos disponíveis para o seu navegador, bem como a versão do mesmo. Nesse caso aqui eu vou adicionar o complemento/add-on no GNU IceCat versão 52.0.2 (64-bit), para essa versão é possível eu instalar o Markdown Viewer que é um complemento bem leve, simples e funcional, no netanto, para versões mais recentes dos navegadores baseados em Gecko, ele não funciona.

Após instalar, conseguiremos abrir nosso arquivo exemplo de Markdown.

Renderizar em um aplicativo no Linux

Existem diversos aplicativos/editores para escrever e renderizar Markdown, pesquise na internet e escolha o que mais lhe interessa. No meu caso e para o sistema que eu utilizo, eu utilizo o ReText, assim como outros da linha, ele escreve e visualiza em dual-pane, ou seja, em dois painéis .

Para instalar o ReText pesquise no repositório do gerenciador da sua distribuição, no meu caso eu pesquisei o usando a ferramenta de pesquisa da distribuição que eu utilizo: Gentoo:

emerge --search retext
[ Results for search key : retext ]
Searching...

*  app-editors/retext
      Latest version available: 7.0.3
      Latest version installed: [ Not Installed ]
      Size of files: 388 KiB
      Homepage:      https://github.com/retext-project/retext https://github.com/retext-project/retext/wiki
      Description:   Simple editor for Markdown and reStructuredText
      License:       GPL-2
...

Após encontrá-lo, basta instalá-lo sudo emerge app-editors/retext.

Você ainda pode converter Markdown em HTML de maneira simples, pesquise sobre o Pandoc, ex.: emerge --search pandoc e use ele para diversos formatos: LaTex, PDF, MD, … Exemplo, converter um arquivo .md em .html

pandoc arquivo.md -o arquivo.html

Caso você possua um blog que não reconhece Markdown, não se preocupe, por exemplo, no Blogger, se você copiar o conteúdo em Markdown e colar no local de escrever da sua postagem, automaticamente o Blogger irá converter em HTML, bem simples!

Caso tenha ficado alguma dúvida, veja o vídeo abaixo para maiores elucidações;

Clique Aqui Para Assistir ao Vídeo

Não deixe conhecer nosso Treinamentos que farão você se capacitar ainda mais em Linux e sistemas baseados em Unix

http://terminalroot.com.br/cursos

Customize sua promoção para aquisição de mais de um curso:

http://terminalroot.com.br/promo

Conheça nosso Cursos Tutoriais Gratuitos sobre Git e LPI Linux

http://terminalroot.com.br/linux

http://terminalroot.com.br/git

Comente e compartilhe!



Sobre o Autor

Marcos Oliveira

A alegria está na luta, na tentativa, no sofrimento envolvido e não na vitória propriamente dita. A força não provém da capacidade física. Provém de uma vontade indomável.
Mahatma Gandhi


Dê você também uma Contribuição
Compartilhe nas suas Redes Sociais!




Inscreva-se no Nosso Canal do Youtube



DioStore - A sua loja geek!

A melhor Loja Geek do Brasil. Os produtos mais criativos, como: canecas, camisetas, capachos, almofadas, etc. Venha conhecer a loja nerd mais legal da internet. Nós criamos produtos geek e nerd de alta qualidade para um público apaixonado, autodidata, tecnológico e absolutamente exigente.



Curso Extremamente Avançado em Shell Script Bash

Você irá descobrir técnicas avançadas de escrever em Shell Script. Como criar instaladores para distribuições Linux, Animações, Documentações, além de tudo sobre Processos em sistemas tipo UNIX, detalhes sobre Comandos Avançados e Muito Mais !



Crie Sua Própria Promoção

Customize seus Pacotes de Treinamentos obtendo descontos muito em conta!